Páginas

Subscribe Twitter

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Look de verão: o macaquinho da Danusa


                                                Olá, meninas
Tudo bem?

Dia desses recebi uma mensagem de uma querida minha dizendo que ela havia feito um achadinho e que gostaria de compartilhar conosco. Fiquei muito feliz e a convidei para escrever esse post e contar mais sobre o assunto. Com vocês, Danusa e seu achado:

"O macaquinho estampado

Faz pouco tempo que eu parei de me esconder atrás de roupas pretas e fechadas e resolvi incluir cores e estampas em minha vida. Sempre fui muito insegura com meu corpo, como muitas meninas plus size são. A Fofoleca (que conheço há alguns anos já que fomos colegas de trabalho) e seu blog maravilhoso me fizeram enxergar que posso SIM me vestir bem sendo gordinha e que, acima de tudo, devo me amar!

Mas... voltando ao macaquinho...
Sabemos da dificuldade em achar peças bonitas em tamanhos maiores. Em uma de minhas andanças, onde eu procurava um vestido preto básico, achei uma loja voltada para o público plus size! Enquanto a vendedora foi buscar o vestido ~pretinho básico~, comecei a olhar as araras e me deparei com ele: o macaquinho! Na verdade, o que me chamou a atenção foi a estampa com fundo preto e o tecido de algodão (coisa ainda rara em moda plus). Resolvi experimentar, olhei no espelho e me achei estranha com ele... Mas estava baratíssimo (R$ 49,00) e eu sabia que não encontraria caso mudasse de ideia e o procurasse outro dia. Comprei e voltei pra casa ainda pensando se fora uma boa ideia. Vesti de novo, mostrei pra minha mãe e ela adorou! Mas como mãe é suspeita, resolvi mostrar pra algumas amigas sinceras e elas aprovaram. A primeira vez que usei fiquei insegura, mas ao perceber a aprovação dos olhares na rua fui me destravando.
Danusa arrasando em seu look veranil
Agora estou com vontade de tentar um macacão, item que nunca ousei vestir! :P

O nome da loja é Batoons. Ela fica no 1º piso do Passeio Shopping em Campo Grande - Rio de Janeiro. O tamanho é M (nº 44)."

Danusa, fico muito feliz que o blog a tenha ajudado a ousar! Parabéns pela ousadia, porque você está arrasando!! E muito obrigada por dividir conosco sua experiência, sua dica e sua beleza! Esperamos vê-la mais vezes por aqui! Obrigada pela companhia! 

Beijos,
Vanny
 

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Emagrecer: como eu consegui

No dia 28 de junho, eu cansei! Cansei de esperar pela cirurgia bariátrica, cansei de ter diabetes, hipertensão... Cansei de ter que tomar vários remédios por dia, de me sentir cansada, com dores, de enfrentar todos os problemas que a obesidade me trouxe. 

No dia 28 de junho - fim do mês, uma sexta-feira - eu decidi que não queria mais ser vítima de mim mesma. 
Essa é uma looonga história que começa assim. Depois de chegar a 134,7 Kg (não tenho registro de ter pesado mais, mas é possível), eu decidi fazer a cirurgia bariátrica e corri atrás do meu sonho. Conto um pouco desse processo aqui, aqui, aqui e aqui.

Pois bem... depois de percorrer esse longo caminho em busca da cirurgia (desde 2011), eu finalmente consegui todos os laudos, exames e autorizações necessários e fui liberada para operar em junho de 2013, mas... no Instituto Fernando Barroso, há muitos pacientes a serem operados pela Amil e a espera é de cerca de seis meses depois de ser clinicamente liberado. Ou seja, levei todos os documentos ao Instituto em junho e fui para o final da fila, em janeiro. O que você faria no meu lugar? EU surtei!

Surtei, mas de um jeito bom! Depois de lutar tanto, por mais de um ano e meio pela cirurgia, eu decidi que não iria mais esperar sentada. Eu tinha tempo, tinha vontade, tinha apoio... Queria muito perder peso e deixar de ser diabética e hipertensa. E foi aí que comecei a trilhar um novo caminho...

Em 28 de junho de 2013 eu dei início a uma nova jornada, que agora eu tenho certeza, iria mudar para sempre a minha vida. Falei dela aqui no blog. 

E foi assim que eu mudei. E eu, que cheguei a pesar 134,7 kg, passei a 117 kg.

A primeira coisa que eu fiz foi começar a pesquisar sobre alimentação saudável. Eu sei que todo-mundo-sabe-o-que-fazer-pra-emagrecer, mas eu não estava satisfeita em comer o que me diziam. Eu queria saber como e porque comer. O primeiro texto que li nesse dia foi do blog Acredita, Bonita!, que de fato trouxe informações novas sobre alimentação e exercícios pra mim. Depois disso, fui investigar mais a fundo e passei a ler diariamente sobre como preparar os alimentos para extrair o melhor deles.
Li sobre calorias, processos industriais, nutrição... Ainda leio, aliás. Comecei a pensar no processo nutricional de outra maneira: estou viva e por isso preciso me ALIMENTAR para continuar vivendo - e chocolate, açúcar, margarina, barrinha de cereal, maionese, biscoito, refrigerante, suco de caixinha etc etc NÃO SÃO alimentos! São apenas coisas que a gente inventou de ingerir, mas que não somente não alimentam como podem até fazer mal. Estou cortando tudo aos poucos!  Vou retirando devagar coisas da minha dieta simplesmente porque elas não interessam pro meu corpo, não fazem nada por ele. Não dou a mínima para as calorias! Elas podem nos enganar: quantas calorias tem uma latinha de guaraná zero? E 2 litros? Pois é! Quando você conta calorias, você se deixa levar por essas armadilhas. Como não tem calorias, você acaba tomando demais. Por outro lado, quando você "conta" saúde e nutrição, as armadilhas são bem claras e você consegue evitá-las com mais clareza. Por exemplo, às três da tarde eu devo fazer um lanche, mas estou na rua. O que comer? Uma barrinha de cereal diet (pois sou diabética) ou uma maçã com casca e algumas castanhas sem sal? Obviamente o segundo lanche tem um pouco mais de calorias, mas é mais saudável, e vai me nutrir mais do que a barrinha de cereal industrializada. (Aliás, uma excelente dica que eu dou é a página Do Campo à Mesa, no Facebook e o seu canal no YouTube, que tem um vídeo muito esclarecedor sobre as barrinhas de cereal. Vale muito a pena conferir!) Outro exemplo é o abacate. Essa é uma fruta bastante temida pelas pessoas "em dieta" porque é calórica. O abacate é um alimento e tanto! Faça suas pesquisas e descubra: o abacate tem gorduras boas, carboidrato (e ele é necessário, viu? Te dá energia!) e uma série de micronutrientes que estão lá pra te saciar e alimentar. 
Uma coisa muito importante que passei a fazer é comer a cada 3 horas. Não pular refeições e não atrasá-las é fundamental. Primeiro porque sou diabética, e a briga é para manter a insulina equilibrada, sem picos. Segundo porque quando você se priva de comer, você prejudica o funcionamento do corpo e altera o metabolismo. Ao contrário do que muita gente pensa, o corpo não tira energia das reservas de gordura quando você pula o café da manhã, mas da massa magra, seus músculos!!! E seus músculos não devem diminuir, mas crescer! Mais músculos garantem mais força, mais estabilidade, mais segurança aos ossos, maior queima calórica, menos  flacidez... Por isso que fazer musculação é preciso! Nós precisamos de músculos maiores (não precisa ser do tamanho de halterofilista!) para ter mais saúde. E também é por isso que precisamos comer a cada 3 horas: porque esse é o tempo médio do processo digestivo. Depois de 3 horas que você almoçou (se você comeu as porções do tamanho ideal), seu estômago já está vazio. No início da reeducação, eu programava o celular para despertar pra me avisar que estava na hora de comer. Hoje, apenas presto atenção na hora que estou comendo e faço o cálculo de quando vou ter que comer de novo. 
Outra coisa extremamente importante é o consumo de água, mas eu ainda preciso melhorar muito nessa área! 
Na tentativa de comer melhor, fui cortando aos poucos o máximo de industrializados que eu consegui: extrato de tomate, knorr e temperos prontos, ketchup, mostarda, maionese, margarina e manteiga, refrigerantes, açúcar, biscoitos, frios e embutidos, hambúrguer congelado... Passei a comer arroz integral com grãos (Ráris), pão integral (mesmo assim eu procuro comprar aqueles sem açúcar nem gordura vegetal, como o de cenoura da Wickbold), passamos a consumir leite desnatado, muita aveia, frutas e legumes. Como eu sou diabética, evito sucos concentrados. Tomo apenas sucos caseiros acrescidos de água e adoçante. O adoçante passou a ser sucralose (Línea) e o maridão se animou e passou a usar adoçante também. Não como doces com açúcar. Salvo raríssimas vezes que como um bombonzinho ou um pedaço de bolo, quando bate aquela super vontade de doce eu recorro à bananada sem adição de açúcar ou improvisos como mingau de aveia com banana ou achocolatado Gold. 
No café da manhã eu sempre como um sanduíche de pão integral com banana amassada ou queijo minas ou requeijão light e tomo café com adoçante. Às vezes, pode rolar uma vitamina ou uma fruta picada. 
No almoço, procuro sempre comer uma porção de arroz integral, uma de proteína, uma de feijão ou lentilha e duas de legumes e verduras. Procuro comer sempre alguma coisinha crua: tomate, cenoura, beterraba, pepino, alface... Sempre tento manter as vitaminas dos legumes que cozinhar, usando o vapor. Para temperar, abuso do alho, cebola, pimentão, orégano, cheiro verde, alho poró, azeite, azeitona, manjericão, hortelã, coentro... Uso sal light
No jantar, eu não tenho muita regra. Normalmente, faço algum malabarismo com o que sobrou do almoço ou tomo uma vitamina, ou uma canjinha ou faço uma saladona com vários ingredientes... 
De lá pra cá, baixei vídeos de exercícios na internet, comprei halteres, caneleiras, colchonetes, um tênis de corrida, uma corda (de pular), um sensor de corrida, uma panela de vapor, um mixer, roupa pra academia... Finalmente entrei na academia e fiz força para mudar meus hábitos. E eles estão mudando...

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Cabelo e make up do natal

Oie!!!

Volteeei! \o/

Quero mostrar meu cabelo e maquiagem do natal. Querem ver? 

No cabelo, eu fiz um penteadinho muito usado pela Vic Ceridono e que eu acho muito charmoso: um torcidinho com coque baixo. 

Esse penteado é ótimo por muitas razões: primeiro que ele é super coringa! Se você fizer ele bem arrumado, com o cabelo escovado, e arrumar bem na frente dá pra encarar um casamento ou algo do tipo com tranquilidade. No entanto, se você deixar ele meio bagunçadinho, assim como o meu, dá pra ir sair por aí todo dia sem medo de ser feliz! Além disso, ele é retrô, romântico, mas também está super na moda!


Quanto à maquiagem, eu fiz algo simples, mas aparente.



- BB cream L'oréal

- Jumbo Milk, da NYX.

- Máscara para cílios The Falsies, da Maybelline

- Smoky Eyes, da Bourjois, cor Rose Vintage.  Usei apenas a mais clara para iluminar abaixo da sobrancelha.
- Eye Color Sombra Compacta Verde (que pra mim, é DOURADA), Anaconda. Usei no canto interno, para iluminar.

- Sombra Craft, do Duda Molinos, para "marcar" o côncavo. 


- Jumbo Liner Sephora, cor  09 kaki. (Quase verde musgo com muito brilho!)




 - Blush compacto Vult, cor 07 (pêssego matte)



- Batom líquido Intense, O Boticário, cor 11.



- Blush NYX, cor Taupe para contornar.




E o resultado final foi esse:



Espero que gostem das minhas sugestões de cabelo, maquiagem e produtinhos.
Vejo vocês em breve!!
Beijos,

Vanny

Outfit natalino

Olá, meninas!

Tudo bem por aí?

Por aqui, tudo certo. Como foi sua noite de natal? Passamos aqui em casa: eu, meu marido e minha mãe. E hoje eu venho mostrar pra vocês meu look natalino.


A blusa é de malha, da marca Angela Bechara, tamanho P (?!). Comprei em uma lojinha de ponta de estoque no Méier, a Espaço das Grifes e paguei a bagatela de R$ 35,00. 
 
Sim, estou descalça porque sou dessas :P

Dá pra ver o detalhe das alças franzidinhas?
Detalhe do decote lindo

In love com essa blusa

A calça eu comprei na Morphosis, na rua Carolina Méier, no Méier, RJ. Paguei R$ 50,00 e o tamanho é GG. Essa calça é de um tecido que lembra lycra, mas é grosso. Segura bem a barriga.

Em outro post eu mostro meu cabelo e make natalinos ok?

Beijos e 




Vanny











domingo, 8 de dezembro de 2013

Outfit: blusinha Citycol

Olá, meninas!!

O outfit de hoje é do tipo super confortável e baratinho. 
A blusinha eu comprei na Citycol - não me lembro exatameeeeente quanto custou, mas com certeza foi menos de R$ 20,00. Ela é da coleção City for Plus, para moças plus size. 

Já o shortinho é da Corpo e Mania e custou R$ 90,00. Ele é tamanho 54 e está bem larguinho em mim. Eu estou usando com cinto - e ele está bem franzido, tá feio! :( - mas estou usando porque ele é novinho e eu estou perdendo roupa muito rápido! Não vou ficar comprando roupa a cada manequim que eu vestir, sabe? Vou tentando usar o que dá... 

A sandália suuuuper velha é da Sonho dos Pés. 

Então, é isso, meninas! Esse é o look de um domingo de sol. 
Um beijão!!!

Vanny

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Fofoleca

Bom dia, meninas! 
Tudo bem? 

Há tempos não apareço por aqui, né? Mas eu juro que estou bastante presente nas redes sociais! Todo dia eu bato ponto no Instagram, no Facebook, no Twitter... 
Tenho muitas coisas pra contar, e a mais importante delas é que estou me esforçando para perder peso. Já comentei sobre isso aqui no blog, lembram? 
Pois é! Esse ano foi muito importante pra mim em muitos sentidos e o grande legado que eu quero levar dele é mais saúde e bem estar. 
Até agora eu já consegui baixar alguns números de roupa e alguns dígitos na balança. Em termos de roupa, é sempre complicado avaliar porque cada vez mais a numeração é despadronizada e confusa, mas posso dizer que tenho bermudas antigas tamanho 58 e 60 que ficam grandes demais e dia desses experimentei shorts 48 na Marisa que ficaram ótimos! 

Sobre o peso, bem... isso é menos complicado. Eu cheguei a pesar 132 quilos e agora peso exatos 117. Estou quase saindo da classificação "obesa mórbida" e me tornando "obesa grau 2". 

Quanto à cirurgia bariátrica, não tenho muito o que dizer. O fato é que a previsão para operar é janeiro (mês que vem!!!! 😱), mas isso não vai acontecer por questões pessoais. Eu decidi não operar agora. Parece uma decisão burra, eu sei, principalmente depois de tanto esforço, mas não importa. Como eu disse, há outros fatores que me fazer inclinar para essa decisão, mas além deles, perder 15 kg com reeducação e atividade física é um grande estímulo a não fazer a bariátrica. Definitivamente é muito mais saudável emagrecer sem ela e eu quero tentar mais uma vez. 

Bem... A grande novidade é que criei uma página do blog no Facebook. Pretendo postar fotos diárias referentes a moda, maquiagem, achados, dicas de dieta, de exercícios... 

Um beijo e obrigada pela companhia! 
Fico feliz em saber que vocês torcem por mim e que eu posso ajudar a inspirá-las também. 

Caso queiram, sigam-me no Instagram, no Facebook e no Twitter. Em todos sou Fofoleca. 

Beijos e até a próxima!!! 

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Estampa de "azulejo português"

Oi, meninas!!!

Sabe uma coisa que me incomoda em comprar roupa? Por mais que esteja cada vez mais fácil encontrar roupas em tamanhos maiores, ainda é MUITO DIFÍCIL achar roupas bonitas, com bons tecidos, cortes e acabamentos ok. Com bons preços então, nem se fala! Por vezes, até as cores incomodam! A cartela é sempre limitada: preto, verde musgo ou militar, pink... Uma droga! E as estampas? Oncinha, caveira, oncinha rosa, caveira... Que falta de criatividade!!!! 

Dia desses estava passeando pelo calçadão de Campo Grande (Rio de Janeiro) e vi numa loja uma calça bem bonita com estampa de "azulejo português" (dizem por aí que esse não é o nome correto da estampa, mas é assim que eu sempre me referi a ela -sabe, aquela dos pratos lindos da Camicado? - e é assim que eu vou continuar chamando!), entrei na loja e qual não foi minha surpresa quando eu, que visto 56, 58 e até 60, coube na linda tamanho 52! (Resultados aparecendo...)
Amei muito!!!!
Me empolguei e comecei a experimentar loucamente as blusas de tecido que havia na loja. Saí de lá com três peças -mas só porque não podia comprar mais! 

Todas as peças que comprei são de uma confecção paulista chamada Gota de Sol. Amei tudo tão profundamente que cheguei em casa e danei a procurar a marca na internet. Tudo o que encontrei foi o telefone da confecção; liguei, mas quem me atendeu disse que a marca não tem website nem sabe informar onde mais eu posso encontrar seus produtos. Eles só vendem no atacado para lojistas. :(





Eu amei essa calça, mas se você olhar bem, vai perceber o quão fofa é a blusa também! 



As peças foram compradas na V&V modas, no calçadão de Campo Grande (no beco do Prezunic).  Tanto a calça quanto a blusa custaram em torno de R$ 90,00. Barato? Não! Mas a blusa é de viscose preta com detalhes nas mangas e esse recorte frontal fofo - muito melhor do que pagar R$ 49,90 em uma blusa de malha na C&A, Marisa ou Leader! Ai, que raiva eu tenho de malha!!! Além de ter um caimento horroroso, é só lavar que desbota, cria bolinha... Um inferno!!! Pelamordedeus, magazines!!! Parem de encher as araras "de gordinha" com roupas de malha! Malha é pra ir pra academia! 
Que tal chiffon, crepe, algodão, voil, viscose...? O mais curioso é que tem roupas com esses tecidos nas araras de roupas "normais"! Então, minha pergunta é: 
"Porque não disponibilizar os mesmos modelos para todos os tamanhos?"

Então, meus parabéns à Gota de Sol, por estar antenada às novidades e incluir na moda plus size as tendências EM TEMPO REAL! Sim, porque eu encontrei na Marisa várias blusinhas com a estampa de "azulejo português" e não achei nadinha do tipo maior que 48/GG. 

Apenas gostaria que a Gota de Sol disponibilizasse, através de um site, onde encontrar suas peças... 

Então é isso! 
Beijos, meninas!!

Vanny