Páginas

Subscribe Twitter

terça-feira, 16 de julho de 2013

Como eu faço para tornar "comível" comida saudável

Olá, meninas!

E aí, como andam os hábitos alimentares? Por aqui, tudo "enriba"! Não sou muito fã de verduras e legumes, mas tenho desenvolvido umas "técnicas" na cozinha e à mesa para conseguir engolir (literalmente) os indesejados do prato.

Vou mostrar pra vocês o que eu ando comendo e como eu faço pra preparar minhas "delícias"... Vou começar com minha receitinha de hoje: arroz sete cereais, peixe grelhado, couve com alho-poró e "alho com brócolis" (hehehe):

O Arroz:
Eu uso o Ráris (gosto mais do da embalagem verdinha):


- Primeiro eu coloco mais ou menos duas xícaras água para ferver em uma leiteira. 
- Na panelinha de arroz, eu frito o sal em pouco azeite (pode ser em óleo ou margarina, mas eu gosto mais de azeite) e quando estiver douradinho, eu adiciono o sal.
- Depois eu jogo a água fervendo na panela com o alho e o sal.
- Em seguida eu despejo o arroz (cerca de uma xícara), mexo um pouquinho, tampo e baixo o fogo. O arroz leva cerca de meia hora para ficar pronto. 
- Depois de uns 15 ou 20 minutos, eu mexo o arroz com um garfo para checar a quantidade de água e a consistência do grão. Se tiver pouca água e o grão estiver duro, acrescento um pouco mais de água (em temperatura ambiente mesmo). Se não, eu deixo o arroz terminando de cozinhar no vapor da panela fechada. 
- Eu gosto do sabor e da consistência do Ráris, mas ele não rende nada, viu? Não é igual arroz branco que um pouquinho de arroz cru faz um panelão!!! No entanto, essa quantidade dá pra eu e Adilio almoçarmos e jantarmos tranquilamente (até porque não é porque o arroz é integral que a gente vai exagerar, né?)

O peixe:

O peixe que usei hoje é filé de polaca, que comprei congelado. Temperei ontem com coentro, sal, pimenta do reino, vinagre, alho, páprica e tudo mais que encontrei na cozinha (hahaha Porque sou dessas!). Deixei ele na geladeira de ontem pra hoje bem temperadinho e hoje eu grelhei na frigideira antiaderente com azeite mínimo. Minha dica para grelhar é a seguinte: pingue duas gotinhas de azeite na sua frigideira e espalhe o azeite com uma bucha de papel toalha. Fica perfeito pra grelhar, eu garanto!

O brócolis:

Comprei na Casa&Vídeo uma panela de cozimento no vapor há umas duas semanas. 
assim com o brócolis: 
- Lavo e deixo de molho com Hidrosteril por 15 minutos. 
- Corto os buquês bem pequenininhos para facilitar a cocção. 
- Deixo a panela aberta nos primeiros minutinhos de cozimento e só quando estiver quase desligando o fogo eu fecho a panela. Li na internet que o tempo ideal de cozimento de brócolis no vapor é de 3 minutos para que ele não perca as suas propriedades, mas acho que isso tem a ver com sua panela, seu fogão,  quantidade de brócolis que vc quer cozinhar e ainda se você gosta da textura mais "aldente" ou se você prefere ele mais cozidinho. 
- Quando o brócolis está pronto, amasso muitos dentes de alho (tipo uma cabeça inteira para um pé de brócolis pequeno). Sim, eu sou exagerada e sim, eu amo alho!!!!!!!! Dou uma fritadinha (bem de leve, uso uma colherzinha de chá de azeite) e tasco no bendito brócolis! Assim, com muito sabor de alho eu encaro numa boa...

A couve:
 
Assim como o brócolis, a couve não é dos meus alimentos preferidos. Mas tem que comer, né? Então, dessa vez eu piquei folhas de alho-poró e refoguei antes de jogar a couve na panela. Se você não tem problemas com sódio, pode salpicar um pouquinho de Fondor ou Grill nas folhinhas de couve que vai ficar bom e vai te ajudar a comer, prometo!

Uma coisa que me ajuda a comer essas coisinhas de que não sou muito fã é pesquisar na internet que benefícios elas podem me trazer. Depois que como me sinto orgulhosa, sabe?
Um outro "truque" que eu uso é sempre misturar comida que eu não gosto com comida que eu amo. Misturo no garfo os sabores e mando ver! Assim, eu consigo comer com tranquilidade coisas de que não gosto mesmo!

Bom, gente, é isso!!! 
E vocês, têm algum truque na cozinha que ajuda na balança??

Beijos, 
Vanny

6 comentários:

  1. curti as dicas, tbm curto dá uma encrementada no arroz.

    http://anitamakingof.blogspot.com.br/2013/07/estilo-cabelo-wanessa-camargo.html

    ResponderExcluir
  2. Bonito esse prato aí, hein, teacher! Ao contrario de você, adooooooooooro verduras, principalmente brócolis *u* beijos!

    Cleide

    ResponderExcluir
  3. Van, que delícia!
    Eu adoro legumes, verduras e tudo mais, me falta é tempo de prepará-los todos os dias...Preciso me reprogramar para comer melhor, levar lanchinhos mais naturais pro trabalho. Esse novo começo de semestre vou me programar novamente para levar sanduiches com saladinhas e frutas já cortadinhas, porque isso ajuda a ter uma alimentação mais correta.

    Dicas bem legais, não conhecia essa marca de arroz, vou comprar e experimentar. Precisando trocar a massa branca pela integral em todos os sentidos!

    Bjks, excelente quarta :)

    http://www.lumanzana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Me identifiquei com vc nessa história dos temperos. também sou dessas de usar tudo que tem na cozinha...rs Minha tática infalível pra comer o que eu não gosto é a pimenta. Quanto menos eu gosto, mais spicy é o prato. Tô torcendo pra vc cada vez mais ter ideias para incrementar essas comidinhas sem graça de dieta e passar por essa fase mais restritiva tranquilamente. Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Nossa Vani vc é a terceira pessoas que indica vou testar, um xeru da Rose.

    http://blogtopodendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Amiga, eu amooo esse tipo de comida! Eu sou ruim de comer é comida pesadona tipo feijoada, rabada, essas pradadas, sbe? não curto!Fora que comida saudável é mais fácil de fazer! rs
    Meu maior "pecado" gastronômico são as massas que eu amooooo e queijo que gosto de toooooodoooooos!!!! rs

    ResponderExcluir

Comenta, menina!
;*